whatsapp
27 Feb

A Embaixada da China na Rússia chamou os Estados Unidos de " uma ameaça real ao mundo ".Diplomatas do gigante asiático retuitaram no uma imagem, anteriormente compartilhada por Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, que lista os países que foram bombardeados por Washington desde a Segunda Guerra Mundial. "Nunca se esqueça de quem é a verdadeira ameaça ao mundo", comentaram.


Na véspera, a missão diplomática afirmou em sua conta no Twitter que "dos 248 conflitos armados ocorridos entre 1945 e 2001 em 153 regiões do mundo, 201 foram iniciados pelos EUA, o que representa 81% do número total ".Além disso, a Embaixada que Washington é "culpado pelas atuais tensões em torno da Ucrânia" e acrescentou: é claramente irresponsável e imoral.


Por sua parte, o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, no  sábado que Pequim “defende firmemente o respeito e a salvaguarda da soberania e a integridade territorial de todos os países e o cumprimento sério dos propósitos e princípios da Carta da ONU”. No entanto, o ministro das Relações Exteriores ressaltou que seu país acredita que, devido às "cinco rodadas consecutivas de expansão da OTAN para o leste,  

as legítimas demandas de segurança da Rússia devem ser levadas a sério e tratadas adequadamente".

  • O presidente russo, Vladimir Putin    na madrugada desta quinta-feira o início de uma "operação militar especial" na Ucrânia. Durante uma mensagem televisiva especial à nação, o presidente explicou que o objetivo da operação é " proteger as pessoas que foram objeto de abuso e genocídio pelo regime de Kiev por oito anos ". "Para isso, vamos nos esforçar para desmilitarizar e desnazificar a Ucrânia.
  •  E também para levar à justiça aqueles que cometeram vários crimes sangrentos contra a população civil, incluindo cidadãos da Federação Russa", acrescentou.
Comments
* The email will not be published on the website.