whatsapp
06 Feb

A MIDIA NAO CONSEGUI AINDA A QUEM SERVIR A MAIORIA DOS QUE REPRESENTAM O CENARIO HOJE VIERAM DO MIDIA CORPORATIVISTA ONDE A PROTESE E DESCONSTRUIR O SENSO ATRAVES DAS PESPECTIVA HOMOGENICA ,,E NAO CONSEGUE FAZERO QUE TEM QUE SER FEITO 

  1. Sites de notícias alternativos corroem o interesse pela política, diz estudo Mídias alternativas tendem a retratar negativamente a política, afastando-a das pessoas...

    A exposição a sites de mídia alternativa — que muitas vezes são extremistas por natureza e dizem que existem para corrigir percepções que estão sendo projetadas pelos principais meios de comunicação — pode corroer o interesse pela política. Com a explosão das mídias digitais nos últimos anos, os meios de comunicação alternativos — que muitas vezes se dizem contrários aos principais meios de comunicação — também surgiram. 
  2. De acordo com o estudo, “as mídias digitais alternativas — de esquerda ou direita — desafiam e também visam superar o poder e a autoridade da grande mídia em retratar a realidade ,,
  3. As mídias alternativas, representadas principalmente pelos sites de visões radicais de direita ou de esquerda, contribuem para diminuir o interesse em política dos leitores da chamada “grande imprensa”.A conclusão é de um estudo feito , que traz revelações válidas para outros países que contam com um ecossistema de mídia diversificado, como o Brasil
  4. .Os pesquisadores constataram que a exposição da audiência ao contraste entre as visões mais moderadas da imprensa tradicional e as opiniões extremas e fake news da mídia alternativa corrói o interesse pela política, como uma espécie de fadigaPara chegar aos resultados, o estudo examinou o comportamento dos leitores da Áustria durante o período eleitoral de 2019, e  perceberam que as fontes alternativas de informação e de opinião na internet são capazes de provocar uma mudança de comportamento nos hábitos de leitura das pessoas.Entre as fontes tradicionais e as alternativas, o leitor parece ficar sem saber em quem acreditar.“Observamos que a relação entre o uso da mídia tradicional e o interesse político depende do nível de uso da mídia digital alternativa”, 

    A pesquisa acompanhou leitores da grande imprensa (grandes grupos de comunicação e os jornais e sites de maior audiência) e da mídia alternativa. Esta última foi representada pelos sites caracterizados por sua postura antissistema, com conteúdo ideológico radical (independente da posição no espectro político) e que se posicionam como vigilantes da imprensa tradicional.Os pesquisadores ressaltaram o questionamento crescente provocado pelas plataformas digitais alternativas, independentemente de seu perfil político, ao alcançarem cada vez mais cidadãos:“Especialmente na última década, essa noção de mídia jornalística clássica – também chamada de mídia tradicional – tem sido cada vez mais questionada”.
    a grande diferenca e o que tem para oferecer nada e sendo assim cria um ambinete e um abismo sem posicinamento 

    A partir de questionários respondidos em dois momentos diferentes da campanha eleitoral da Áustria em 2019, os pesquisadores puderam comparar a percepção dos leitores que consumiam apenas conteúdo da grande imprensa com a visão dos que consumiam simultaneamente fontes alternativas de informação.Cada participante foi questionado sobre seu nível de interesse pela política e seu conhecimento do sistema eleitoral. Além disso, foram solicitados a lembrar com que frequência, na semana anterior, haviam se informado por meio dos sites de notícias tradicionais e dos sites alternativos.
    A MIDIA ALTERNATIVA NAO  CONSEGUI TRAZER AQUILO QUE O POVO NECESSITA A ALTA AJUDA DA CRIACAO DE UM SENSO COMUM A MIDIA ALTERNATIVA TEM O VEIS COPIADO DA MIDIA CORPORATISVISTA QUE  USA A SENSIBILIDADE CONTINUA  PARA ATRAIR OS SEUS INTERESSES ,,, CONCLUSAO E O MESMO COM UM POUCO MAIS DE VERNIZ ,,
Comments
* The email will not be published on the website.