whatsapp
26 Feb

POR QUE PUTIN SE OPÕE À OTAN?

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) foi formada como um contrapeso ao bloco soviético após a Segunda Guerra Mundial. Em resposta à OTAN, a União Soviética formou um acordo separado, o Pacto de Varsóvia, com outras nações da Europa Central e Oriental. “Então você tinha o Pacto de Varsóvia, uma aliança militar de um lado, liderada pela Rússia, e você tinha a Organização do Tratado do Atlântico Norte, que ainda existe, a OTAN, liderada pelos Estados Unidos e países da Europa Ocidental”, 

O Pacto de Varsóvia já foi dissolvido, mas a OTAN permanece e adicionou várias nações do antigo Pacto de Varsóvia, como Polônia e Romênia. Putin criticou a expansão da OTAN na Europa Oriental e a vê como um ato de agressão. “É por isso que você está vendo essa luta terrível aqui que tem repercussões geopolíticas”, disse Viqueira.A Ucrânia não é atualmente um membro da OTAN.


A RÚSSIA USARÁ ARMAS NUCLEARES?

Não há evidências de que o presidente russo Vladimir Putin esteja “ansioso para iniciar o uso de armas nucleares”, disse o ex-funcionário do Conselho de Segurança Nacional Jon Wolfsthal.De acordo com a Federação de Cientistas Americanos, a Rússia possui o maior arsenal nuclear do mundo, com mais de 6.200 armas nucleares. 

 Os EUA têm 5.600. As armas de destruição em massa têm o potencial de causar danos devastadores, com o poder de matar centenas de milhares de pessoas de uma só vez.Na semana passada, o presidente Biden disse que não acredita que Putin esteja considerando o uso de armas nucleares. “Eu não acho que ele esteja remotamente contemplando nuclear, usando armas nucleares”, disse Biden.

QUAIS ÁREAS DA UCRÂNIA ESTÃO SOB ATAQUE?

A invasão russa da Ucrânia começou na manhã de quinta-feira com relatos de explosões em Kharkiv, Odessa e na capital Kiev. Também foram relatados ataques na cidade ocidental de Lutsk, que fica perto da fronteira polonesa. Os EUA têm atualmente cerca de 9.000 soldados estacionados na Polônia.Até este ponto, a Rússia lançou principalmente no leste e sul do país, de acordo com o serviço de emergência estatal da Ucrânia. A polícia ucraniana diz que a Rússia realizou 203 ataques desde o início do dia. Até agora, pelo menos 40 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas, segundo a liderança da Ucrânia.Na tarde de quinta-feira, um assessor do presidente da Ucrânia disse que o país havia perdido o controle da usina nuclear de Chernobyl após uma batalha feroz com as tropas russas,

COMO A UCRÂNIA ESTÁ RESPONDENDO?

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy declarou a lei marcial na quinta-feira e cortou relações diplomáticas com Moscou quando a Rússia lançou seu ataque à Ucrânia.Zelenskyy deixou claro que a Ucrânia pretende defender seu país e que o conflito não será uma repetição de 2014, quando a Rússia tomou a Crimeia sem disparar um tiro. Da noite para o dia, ele disse aos ucranianos que o governo armaria qualquer um disposto a lutar. 

A UCRÂNIA TEM ARMAS NUCLEARES? EM CASO AFIRMATIVO, ELES OS USARIAM CONTRA A RÚSSIA?

“Costumava haver armas nucleares em solo ucraniano quando fazia parte da União Soviética. … Como parte do acordo para conceder a independência à Ucrânia, e formar o país da Ucrânia, assinou um acordo com a Rússia, entre outros signatários, para desistir das armas nucleares que estavam em seu território. Eles essencialmente os devolveram à Rússia. Portanto, não, a Ucrânia não tem armas nucleares neste momento”, disse Viqueira, da NewsNation.

COMO OS EUA ESTÃO RESPONDENDO?

Na quinta-feira, o presidente Biden contra a Rússia que visam punir economicamente o país. O novo pacote de sanções visa cortar a Rússia dos mercados financeiros dos EUA e inclui o congelamento dos ativos dos principais bancos russos, incluindo o VTB Bank, o segundo maior banco do país.Biden disse que as sanções cortarão cerca de 50% das importações de alta tecnologia da Rússia.  Os EUA também enviarão tropas adicionais para a Alemanha e Biden reafirmou sua posição de que os EUA não se envolverão com as forças russas na Ucrânia, mas defenderão seus aliados da OTAN.“Nossas forças não estão e não estarão envolvidas no conflito com a Rússia na Ucrânia”, disse Biden, “os Estados Unidos defenderão cada centímetro do território da OTAN com toda a força do poder americano”.O presidente também prometeu responder a qualquer ataque cibernético contra empresas norte-americanas. 


O QUE SERIA NECESSÁRIO PARA AS TROPAS AMERICANAS SE ENVOLVEREM EM UMA SITUAÇÃO DE COMBATE?

A Ucrânia não é membro da OTAN, mas países vizinhos, incluindo Polônia, Hungria e Romênia, são. “O maior perigo é, quais são as chances de um transbordamento para países do Leste Europeu que são aliados por tratado com os Estados Unidos?”, disse Viqueira. “Poderia haver incursões – acidentais ou intencionais – para provocar aliados e envolver um conflito maior? Não sabemos o que está no coração de Vladimir Putin.”

EXISTE A POSSIBILIDADE DE A UCRÂNIA DERROTAR A RÚSSIA?

Na quarta-feira, o tenente-general aposentado dos EUA que as forças ucranianas “não são páreo” para o exército russo e alertou que o pior cenário poderia ver a Rússia atacar do norte, sul e leste, com a possibilidade de um ataque cibernético simultâneo.“Acredito que haverá baixas, baixas significativas certamente do lado da Ucrânia, mas também do lado russo”, disse Newton no “NewsNation Prime”. Esse cenário começou a se desenrolar na manhã de quinta-feira, quando a Rússia lançou um amplo ataque por terra, ar e mar.Antes da invasão da Rússia, Newton disse que esperava um extenso ataque aéreo seguido de mísseis balísticos e foguetes. Na manhã de quinta-feira, algumas das maiores cidades da Ucrânia, incluindo Kharkiv e a capital Kiev, relataram explosões de mísseis e ataques aéreos russos.

ONDE AS TROPAS AMERICANAS ESTÃO POSICIONADAS?

Os EUA enviaram milhares de tropas para bases na Polônia, Alemanha e Romênia como um ato de dissuasão contra a agressão russa. A medida visa reforçar os aliados da OTAN na Europa Oriental, mas não se envolver em combate direto na Ucrânia.Muitos dos soldados dos EUA enviados para a região foram , Carolina do Norte – até agora, 5.000 soldados dos EUA foram enviados da base, aproximadamente 10% do pessoal militar estacionado lá.

QUANTAS PESSOAS PODEM SER IMPACTADAS PELO CONFLITO?

Na noite de quarta-feira, os combates poderiam matar até 50.000 civis, 25.000 militares ucranianos e 10.000 soldados russos. Esses números assumem que apenas armas convencionais são usadas.


O número de pessoas deslocadas de suas casas pode ser muito maior à medida que os países da Europa Central se da Ucrânia, uma nação de 44 milhões de pessoas. A mídia alemã citou estimativas de que entre 200.000 e 1 milhão de pessoas podem fugir da Ucrânia para a União Europeia.

PARA ONDE IRÃO AQUELES QUE FOGEM DA UCRÂNIA?

Países vizinhos, incluindo Polônia, Hungria e Eslováquia para apoiar os afetados pelo conflito na Ucrânia. A Polônia está preparando um trem médico para transportar ucranianos feridos no ataque da Rússia, disse o Ministério da Saúde do país, acrescentando que os hospitais poloneses estão prontos para receber milhares de pacientes. A Polônia também estabeleceu pontos de recepção em sua fronteira para processar refugiados em fuga. A Eslováquia enviará até 1.500 soldados para sua fronteira com a Ucrânia, onde serão estabelecidas travessias adicionais, disse o ministro da Defesa, Jaroslav Nad. A Hungria também disse que enviará tropas à sua fronteira para ajudar a processar refugiados. A Alemanha também ofereceu ajuda humanitária a países que fazem fronteira com a Ucrânia. citou estimativas de que entre 200.000 e 1 milhão de pessoas podem fugir da Ucrânia para a UE. A Romênia está pronta para conceder ajuda humanitária, se necessário, disse o presidente Klaus Iohannis na quinta-feira. A Bulgária está se preparando para evacuar mais de 4.000 búlgaros étnicos

Comments
* The email will not be published on the website.