whatsapp
12 Nov

Crise hídrica: Aneel prevê aumento de 21% na conta de luz em 2022

Área técnica da Aneel vê necessidade de reajuste médio de 21% nas contas de luz em 2022

Percentual seria necessário para cobrir o rombo gerado pela crise energética. No entanto, decisão final cabe à diretoria da agência. Governo estuda medidas para atenuar impacto tarifário.

Reajuste equivale ao triplo da alta registrada neste ano. Informação consta em documento interno da Aneel

  1. “Nossas estimativas apontam para um cenário de impacto tarifário médio em 2022 da ordem de 21,04%”,

Só aumento um encima do outro 

 Na prática, para o bolso do consumidor, a alta é três vezes maior que a registrada neste ano. O reajuste da conta de luz em 2021 foi de 7,04%; no ano passado, o aumento acumulado foi de 3,25%.

Para cobrir os custos das usinas termelétricas, a Aneel anunciou, no fim de agosto, a criação da “bandeira de escassez hídrica”. O valor é de R$ 14,20/100 kWh.

  1. Até então, a bandeira vermelha patamar 2 era a mais cara do sistema. Em vigor desde junho, a tarifa já tinha acréscimo de R$ 9,49 a cada kWh na conta mensal. A nova bandeira representa alta de 49,63% em relação à bandeira vermelha patamar 2.

 A razão para a disparada da tarifa é a seca nas principais bacias hidrográficas que abastecem o país. A situação foi ocasionada pelo baixo volume de chuvas na região dos reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por 70% da geração de energia no Brasil.

Comments
* The email will not be published on the website.