whatsapp
07 Dec

Diretor da CIA confirma rumores: US Intelligence visa criptomoedas

  1. William Burns revelou que a agência tem "uma série de projetos focados em criptomoedas em andamento"


  2. Ao participar de uma 'cúpula' de diretores executivos  DO MERCADO E WALL STRET William Burns, diretor da Agência Central de Inteligência, reconheceu nesta segunda-feira que o órgão encarregado do mercado de criptografia tem como alvo e está trabalhando nesta área, com o que confirmou os rumores sobre o envolvimento da inteligência dos EUA no mundo das criptomoedas."

  3. Meu predecessor começou", confessou Burns, em aparente referência ao ex-diretor interino da CIA David Cohen, embora também pudesse ser John Brennan, Mike Pompeo ou Gina Haspel, tendo em mente que todos eles eram responsáveis pela agência em em algum momento nos últimos cinco anos.

  4. A equipe anterior, disse ele, "lançou uma série de projetos focados em criptografia", com o objetivo de "examinar as consequências de segunda e terceira ordem ", bem como ajudar colegas em outros departamentos do governo a "fornecer inteligência sólida" sobre o que eles estavam vendo.

  5. Desta forma, o diretor da CIA respondeu à questão de saber se seus especialistas são capazes de impedir ataques de extorsão do tipo ' ransomware ' realizados no exterior, ou seja, aqueles que infectam um dispositivo e impossibilitam seu funcionamento até que a vítima pague uma taxa. certo resgate, que os cibercriminosos costumam exigir em bitcoins.


  6. Burns respondeu que os desafios apresentados pelo mercado de criptografia "poderiam ter um grande impacto" nos EUA, acrescentando que entender como as criptomoedas e a tecnologia de blockchain funcionam é "uma prioridade importante" para a CIA, exigindo "recursos e atenção".

  7. Embora não tenha divulgado detalhes sobre como a agência pretende combater ataques cibernéticos desse tipo, ele deu a entender que eles buscam atingir as estruturas financeiras de criminosos que usam criptomoedas para extorsão.

Comments
* The email will not be published on the website.