whatsapp
25 Mar
  1. O país e o bloco europeu criarão uma força-tarefa que será presidida por um representante da Casa Branca e um da Comissão Europeia. A iniciativa tem como principais objetivos: “diversificar o suprimento de GNL (gás natural liquefeito) em alinhamento com os objetivos climáticos” e reduzir a “demanda por gás natural”. Com forma de punir a Rússia por causa da guerra na Ucrânia e não depender mais dos recursos russos, o acordo estabelece, entre outras medidas, os seguintes pontos: Os EUA devem enviar de pelo menos 15 bcm (bilhões de metros cúbicos) de GNL para a Europa em 2022; 
  1. O líder norte-americano reconhece que “eliminar o gás russo” trará “custos à Europa”. Afirma, no entanto, que a mudança “não é apenas coisa certa a se fazer do ponto de vista moral, mas também” colocará os EUA e os países integrantes da UE “em uma base estratégica muito mais forte”. Ursula von der Leyen avalia a iniciativa como “um grande passo” nos esforços para diversificar o fornecimento de gás à Europa. Disse ainda que a medida coloca o bloco europeu “no caminho certo”. “Queremos como europeus diversificar para longe da Rússia e em direção a fornecedores que sejam amigos e confiáveis...

Comments
* The email will not be published on the website.