whatsapp
26 Nov
  1. Europa registra primeiro caso da nova variante da covid-19

  2. Na Bélgica, jovem não vacinada e sem contato com a África do Sul testou positivo para a nova variante do coronavírus


  3. A Bélgica registrou nesta sexta-feira (26) o primeiro caso na Europa da mais nova variante do coronavírus, a B.1.1.529, detectada inicialmente na África do Sul e que já levou diversos países a adotarem  NOVA REGRAS a países africanos.
  4. O virologista Marc Van Ranst, cujo laboratório trabalha em estreita colaboração com o serviço de saúde pública da Bélgica, divulgou no Twitter que a nova variante foi detectada numa mulher jovem não vacinada contra a covid-19 que havia retornado do Egito via Turquia em 11 de novembro.Segundo Ranst, a mulher não possui contatos com a África do Sul ou outros países do sul africano e desenvolveu os primeiros sintomas similares aos de uma gripe mediana em 22 de novembro. 
  5. As outras pessoas que residem com ela não desenvolveram sintomas, mas aguardam o resultado de seus testes .
  6. Pouco depois, em entrevista coletiva com o primeiro-ministro da Bélgica, Alexander De Croo, o ministro belga da Saúde, Frank Vandenbroucke, confirmou o teste positivo. "É uma variante suspeita
  7. . Não sabemos se é uma variante perigosa", disse.Devido ao aumento veloz dos números de casos de covid-19, De Croo anunciou um endurecimento das medidas restritivas domésticas.De acordo com dados mais recentes das autoridades sanitárias belgas, mais de 25 mil novas infecções estão sendo relatadas diariamente – uma proporção alta para um país com 11,5 milhões de habitantes e maior do que em qualquer MOVIMENTO 
  8. .O governo belga também adotou medidas restritivas às viagens à África Austral.
  9.  No entanto, a identificação do primeiro caso na Europa levanta dúvidas sobre se as restrições à entrada de passageiros da África do Sul, Botsuana, Lesoto, Suazilândia, Zimbábue e Namíbia serão suficientes para impedir que a nova variante se alastre pela Europa.OMS não aconselha restrições de viagem .
  10. A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda não aconselha a imposição de restrições de viagem e apelou aos países para que tomem suas decisões "baseados na ciência"
  11. Até o momento, a implementação de medidas restritivas a viagens não é recomendada", disse o porta-voz da OMS, Christian Lindmeier, em Genebra. 
  12. "A OMS recomenda que os países continuem a aplicar uma abordagem científica e baseada no risco ao implementar medidas de viagem."A DOENCA OU SEJA O NOVO VIRUS TEM UMA MARCA DIFERENTE a OMS deve batizá-la com uma letra grega ainda nesta sexta-feira.
  13.  A organização convocou uma reunião com especialistas para avaliar o grau de preocupação que deve ser dado à nova variante do coronavírus.
  14. Ainda não se sabe se a nova variante é mais perigosa ou mais transmissível, mas primeiras avaliações de infectologistas apontaram para a existência de ao menos 50 mutações dentro da própria variante – algo que ainda não tinha sido registrado na pandemia de covid-19 e que preocupa por possivelmente representar uma defasagem das vacinas, que foram desenvolvidas tendo como base a cepa original registrada inicialmente em Wuhan, na China. 
  15.  Para efeito de comparação, a variante delta possui duas mutações e a variante beta – também originária da África do Sul – possui três. A variante B.1.1.529 teria ao menos 32 mutações somente na proteína spike, usada para entrar nas células humanas e que é o alvo da maioria das vacinas contra covid-19.    
Comments
* The email will not be published on the website.