whatsapp
15 Dec

Rússia e China concordam em criar uma estrutura financeira independente que não pode ser influenciada por outros países


O assessor de Vladimir Putin destacou que o presidente russo e seu homólogo chinês concordaram que essa estrutura poderia fornecer "serviços para operações comerciais" entre os dois países.

  1. O presidente russo, Vladimir Putin, e seu homólogo chinês Xi Jinping concordaram em criar uma estrutura financeira independente que não pode ser influenciada por outros países, disse o assessor do presidente russo Yuri Ushakov a repórteres."

  2. Atenção especial foi dada à necessidade de intensificar esforços para formar uma infraestrutura financeira independente para atender às operações comerciais entre a Rússia e a China. 

  3. Para criar, quero dizer, uma estrutura que não possa ser influenciada por terceiros países " , disse Ushakov.,

  4.  Citado por RIA Novosti.Da mesma forma, tanto Putin quanto Xi defenderam o aumento da participação das moedas nacionais no comércio bilateral e "ampliar a cooperação para garantir o acesso de investidores da Rússia e da China aos mercados de valores mobiliários de ambos os países", explicou o assessor presidencial.

    "Um verdadeiro exemplo de cooperação interestadual no século 21"

    Os líderes da Rússia e da China realizaram  ESSA REUNIAO  por video conferencia e comecam a criar  um polo entre os 2 paises

  5. para sair fora do mercado Americano ,,


    Para a Rússia, esses desafios estão relacionados à atividade da OTAN no território de seus países vizinhos e às tensões em torno da Ucrânia, enquanto a China enfrenta alianças contra ela na região Indo-Pacífico e atividades em torno de Taiwan: a ilha que Pequim considera parte de seu território e com a qual os Estados Unidos mantêm relações estreitas.

  6. Putin declarou no início do encontro virtual que as relações entre Moscou e Pequim são "um verdadeiro exemplo de cooperação interestadual no século 21". «

  7. Criou-se um novo modelo de cooperação entre os nossos países, baseado, entre outros, em fundamentos como a não intervenção nos assuntos internos e o respeito pelos interesses mútuos, a vontade de fazer da fronteira comum  um cinturão de paz. Eterno e bom vizinho ", afirmou.Xi, por sua vez, afirmou que seu homólogo russo "apoiou fortemente os esforços da China para defender os principais interesses nacionais e se opôs fortemente às tentativas de criar uma cunha" entre os dois países, enfatizando que "valoriza muito" essas ações.

Comments
* The email will not be published on the website.