whatsapp
02 Mar

Rússia revela número de soldados mortos e feridos na Ucrânia

Quase 500 soldados do país morreram em meio à ofensiva em andamento, revelou o Ministério da Defesa da Rússia


  1. Cerca de 498 militares russos foram mortos e quase 1.600 ficaram feridos durante o ataque em andamento à Ucrânia, afirmaram os militares russos na quarta-feira.
  2. O Ministério da Defesa refutou relatos de que houve “incontáveis” baixas, classificando as alegações como desinformação deliberada originária do adversário.De acordo com estimativas militares russas, unidades do exército ucraniano e paramilitares de extrema direita teriam perdido pelo menos 2.870 soldados, enquanto outros 3.700 sofreram vários ferimentos.
  3.  Cerca de 572 militares ucranianos foram feitos prisioneiros, acrescentou o ministério.
  4. As unidades russas envolvidas na ofensiva são compostas apenas por soldados profissionais, disseram os militares, refutando as alegações de que a força de invasão consistia em grande parte de “recrutas” baixas anunciados por Moscou diferem drasticamente das alegações feitas por Kiev, que disse que mais de 5.800 soldados russos morreram desde o início da invasão.
  5. Moscou lançou sua ofensiva contra seu vizinho na semana passada, alegando que era a única opção que restava para proteger as repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk, no leste do país. 
  6. A “desnazificação” e “desmilitarização” da Ucrânia estavam entre os outros objetivos expressos da operação.Kiev negou ter planos de retomar as repúblicas à força, classificando o ataque da Rússia como não provocado.
  7.  Donetsk e Lugansk se separaram da Ucrânia em 2014, após os eventos de Maidan que derrubaram seu governo democraticamente eleito. Antes da invasão, a Rússia havia reconhecido formalmente as duas repúblicas como estados independentes.
Comments
* The email will not be published on the website.