whatsapp
19 Apr

Vista grossa? Mídia ocidental ignora revelações 'assustadoras' sobre armas biológicas dos EUA


  1. Especialista em teoria das relações internacionais e em segurança comenta gravidade dos documentos revelados pela Rússia sobre laboratórios biológicos na Ucrânia e critica inércia do mundo ocidental com relação ao caso.

  2. , o diretor das Forças de Defesa Química, Biológica e de Radiação da Rússia, tenente-general Igor Kirillov, revelou detalhes sobre o projeto de armas biológicas dos Estados Unidos em laboratórios na Ucrânia.Os documentos mostram que os trabalharam na criação de armas de destruição em massa. 

  3. Os subsídios eram distribuídos pelo Centro de Ciência e Tecnologia Ucraniano (STCU, na sigla em inglês), seguindo interesses do Pentágono

  4. O tenente-general apontou, inclusive, nomes dos envolvidos no projeto secreto promovido por Washington. Um dos citados foi o norte-americano Curtis Bjelajac, que ocupava o cargo de diretor-executivo do STCU. Nascido na Califórnia, ele trabalha na Ucrânia desde 1994, de acordo com o levantamento. 

  5. A  base no resultado da análise documental sobre as atividades biológicas militares dos EUA na Ucrânia.Segundo Kirillov, os documentos obtidos pelo Ministério da Defesa da Rússia confirmam a conexão entre o STCU e o departamento militar dos EUA. O elo é a empresa de engenharia Black & Veatch, principal contratada do Pentágono.O ministério revelou que teve acesso a uma mensagem em que o vice-presidente da empresa, Matthew Webber, expressa sua disponibilidade para trabalhar com o STCU na pesquisa biológica militar em andamento na Ucrânia.

Comments
* The email will not be published on the website.